Prefeitura realiza primeiro Workshop da Agricultura Familiar

A prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico (SEAGRI) e da Secretaria de Educação (SEDUC) promoveu durante todo o dia de quarta-feira, 29, o 1º Workshop da Agricultura Familiar e Comercialização.

Com o tema principal ‘O papel do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) no fortalecimento da Agricultura Familiar e Promoção da Segurança Alimentar e Nutricional no Município de São Desidério’, o evento traz novas perspectivas para os pequenos agricultores rurais.

Dezenas de pequenos produtores rurais participaram das palestras e mesa redonda debatendo assuntos sobre a comercialização de produtos, como participar de licitações, a alimentação escolar e a agricultura familiar, como funcionam e são criadas as associações e cooperativas, e o que é o empreendedorismo rural.

“Recebemos muitas informações valiosas, nossa sobrevivência depende da agricultura, por isso estamos empenhados em continuar participando dos programas para garantir nossa renda, esse workshop ajudou a esclarecer as dúvidas e a nos preparar para trabalhar mais e melhor em 2018”, ressaltou a agricultora da localidade de Samambaia, Janeth Santos.

A presidente do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), Ligiane Guimarães, ressalta a inclusão de novos produtos da agricultura familiar na alimentação escolar do município. “Este é um evento muito rico, pois estamos concretizando o que o PNAE congrega, a partir de agora podemos aumentar o número de produtos da agricultura familiar na alimentação escolar, o novo cardápio traz a inserção desses novos produtos, o que beneficia nossos alunos e a comunidade rural”, confirma.

Com 80% dos estudantes situados na zona rural, São Desidério tem 33 escolas atendendo a esse público, por isso os investimentos na agricultura familiar são essenciais, explica a secretária da SEDUC, Iléia Almeida. “Além de fortalecer a agricultura familiar, os esforços garantem a segurança alimentar nas escolas e atuam até na diminuição do êxodo rural”, ressalta.

A meta da prefeitura, além das escolas municipais abastecidas pelo programa PNAE, é incentivar também a inserção dos produtos da agricultura família no Centro de Convivência do Idoso, Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida e o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) por meio do programa PAA. “São Desidério tem esse senso de responsabilidade e este ano está se tornando um modelo para a região no investimento às políticas públicas neste setor, as parcerias são de extrema importância”, revela o subcoordenador da BahiAter/SETAF e membro do Conselho Territorial da Bacia do Rio Grande, Maurício Lelis.

Proporcionar ao pequeno produtor momentos de informação, conhecimento, troca de experiências, capacitação é o objetivo das ações da SEAGRI que ao longo do ano desenvolveu trabalhos de assistência técnica, cursos, 850 cadastros nos programas Proleite e Prolavoura com aragem do solo, doação de mudas, orientação ao pequeno produtor. “Fizemos um diagnóstico para conhecer o que é produzido em cada região, quais as demandas, como são produzidos e como podem ser ofertados com qualidade, sabemos que a informação e o apoio da secretaria são muito importantes, por isso estamos realizando todos esses trabalhos e os resultados são positivos, estamos planejando as ações de 2018 para ajudar ainda mais a agricultura familiar”, assegura a secretária da SEAGRI, Patrícia Rocha. Ao final do evento os pequenos produtores receberam certificado de participação.

Texto e fotos: Jackeline Bispo

  • Compartilhe: